A invasão que rolou no CT do Botafogo na quarta-feira da semana passada, no dia anterior ao jogo contra o São Paulo, parece ter trago várias consequências ao clube. Uma delas, é uma possível “esfriada” na negociação envolvendo o clube e o centroavante Israelense Eran Zahavi.

No programa seleção SporTV, John Textor se mostrou bastante chateado com a situação e, apesar de não citar Zahavi nominalmente, o americano deixou claro que as imagens que rodaram dos protestos influenciou bastante nas conversas que o clube tinha em aberto com alguns jogadores.

Fiquei com coração partido. Tem um jogador importante, o que mais falavam, que antes podia vir e agora não mais por causa daquele dia (da invasão). Vocês torcedores tem o direito de berrar “vergonha”, mas isso faz o seu time ganhar? Isso faz o seu time jogar melhor no segundo tempo? No estádio, eu peço que os torcedores apoiem nossos jogadores e pensem como podem ajudar esses jogadores. Segure seu grito de vaia, é o que eu peço – disse Textor ao Seleção.

Nos bastidores, o Botafogo segue em contato com o Israelense tentando ao máximo contornar a situação para que o acordo, antes dado como certo, seja retomado.

Categories: Elenco