O volante Cícero retornou ao time titular do Botafogo após um longo tempo de inatividade. O jogador havia sido afastado da equipe e treinou dentro de casa por cerca de dois meses. Sem conseguir rescindir o contrato, o Botafogo pediu que o atleta retornasse as atividades normal, já que no fim, ainda era funcionário do clube e estava apenas recebendo para ficar em casa.

Na noite de ontem, contra o Cuiabá, o jogador fez a sua “reestreia” como titular. O jogador visto em campo, foi o mesmo de sempre. Pouca movimentação, aliada a passes burocráticos para o lado e para trás e uma lentidão de arrancar os cabelos do torcedor. Inclusive, o gol originado por um erro de passe de Keisuke Honda só foi possível pelo buraco aberto na entrada da área por Cícero que decidiu não se aproximar para receber o passe enquanto Honda era pressionado. Observe na imagem:

Além disso, os passes curtos e lentos na abertura do meio-campo, atrapalharam todo o segmento do jogo. Honda, Caio Alexandre e todos os que tinham como dever construir o jogo do Botafogo, não puderam exercer o trabalho devidamente por ter que, o jogo quase todo, vir até o campo de defesa para conseguir pegar na bola e posteriormente percorrer o campo inteiro. Tudo por conta do atraso de Cícero.

O Botafogo voltará a campo sábado, diante do Ceará, então que sirva de exemplo para que Bruno Lazaroni faça as necessárias e evidentes alterações que precisam ser feitas.

Categories: Notícias