A crise financeira do Botafogo, diante da gestão de Carlos Eduardo Pereira, e hoje Nelson Muffarej, não é novidade para ninguém. Mas poderia ser pior! se não fosse a ajuda de Botafoguenses ilustres, como o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro, que nos momentos de desespero, aparece com seus próprios recursos para cobrir dividas imediatas.

O valor já ajudado é quase incontável, já foram pagas por Montenegro mais de uma folha salarial, empréstimos e por último, a conta de água que causou o corte no fornecimento do estádio Nilton Santos. Mas essa ajuda pode acabar.

Depois de inúmeras ajudas, Montenegro estaria insatisfeito com os atuais dirigentes por não mostrarem um maior comprometimento com a situação do clube, a falta de procura por novas receitas e principalmente: Investimentos elevados em esportes que trazem mais dividas e não tem potencial de crescimento de receitas, como o basquete.




A verdade é que, sem a ajuda do ex-presidente, o clube estaria em uma situação muito pior. Mesmo com a venda de vários jogadores como: Matheus Fernandes, Igor Rabello, Leandro Carvalho, Gláuber e Jonathan, que geraram aproximadamente 40 milhões de reais ao clube, hoje, não há dinheiro para bancar sequer as contas básicas como água e luz.

Só resta ao torcedor e a todos aqueles que gostam do clube aguardar e torcer para que se sobreviva ao ano de 2019, e chegue a nova gestão.





0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *