O Botafogo conseguiu se acertar com o Internacional e com o TAC para a contratação do meia Cesinha. Destaque da equipe colorada na última copa-SP, o jogador chega ao Botafogo em uma negociação com moldes parecidos da de Luís Henrique.

O glorioso não pagará nada na transferência e receberá o atleta por empréstimo até 2021, tendo que arcar só com os salários. O clube receberá também, 25% do jogador referente a uma taxa de vitrine. Caso seja da vontade, o Botafogo terá até o fim de novembro do ano que vem para adquirir mais 25% e estender o contrato por mais 3 anos.

Há um valor de transferência fixado. Caso chegue uma proposta nesses valores, os clubes terão de vender ou então, caso um deles não aceite, é obrigado a cobrir a proposta.

O atleta chega para compor o grupo principal, mas não está descartada sua utilização também em algumas partidas do Sub-20 caso não esteja sendo aproveitado.

Categories: Notícias