O árbitro Zandick Gondim Alves Junior relatou na súmula da partida entre Confiança e Botafogo as ofensas dirigidas pelo técnico Enderson Moreira ao quarto árbitro Michael Vinicius Santos Freitas. O documento com a declaração oficial do juiz sobre o ocorrido foi disponibilizado logo após o término do jogo no site oficial da CBF.

Pelo regulamento, toda expulsão do campeonato brasileiro é julgada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Com os relatos da súmula, Enderson Moreira poderá pegar tanto uma punição maior em número de jogos, quanto uma multa financeira. Durante a entrevista coletiva pós jogo, a primeira de Enderson como treinador do Botafogo, o técnico deu a sua versão sobre o ocorrido:

“Conversei com os atletas, realmente foi uma atitude que eu não deveria ter feito. Estamos muito envolvidos com a responsabilidade que é dirigir o Botafogo, queremos sempre ganhar. Não houve desrespeito com ninguém, mas sim uma cobrança em cima de um lance. Não é uma conduta que faz parte do que eu penso. É uma coisa que precisamos evitar acima de tudo. Somos colocados à prova constantemente e precisamos ter equilíbrio emocional. Hoje não consegui me conter e peço desculpas para a torcida e para os atletas, não é a estreia que eu gostaria”.

Ainda sem a data do julgamento definida, Enderson Morreira desfalcará o Botafogo pelo menos na próxima rodada, contra o CSA, terça-feira, no estádio Nilton Santos.

Categories: Elenco