O árbitro Dyorgines José Padovani, responsável por comandar a partida entre Botafogo x Brusque, relatou em súmula às ofensas dirigidas por parte de torcedores do Botafogo a Auxiliar Katiuscia Mayer Berger Mendonça na noite de ontem, no estádio Nilton Santos.

Irritados com a anulação de um dos gols, alguns alvinegros utilizaram-se de gritos considerados machistas em direção a bandeirinha tanto na hora da marcação, quanto na descida da profissional para os vestiários.

O fato, foi descrito pelo juiz do jogo da seguinte forma no documento:

Ao sair do campo do jogo no intervalo da partida, a torcida de equipe mandante gritou em direção à assistente Katiuscia Mendonça repetidas vezes a palavra “piranha, piranha, piranha“ – relatou o juiz da partida.

Após o acontecimento, o Botafogo na figura de seu presidente Durcésio Mello, repreendeu de forma veemente os gritos de imediato. Entregando em mãos uma carta com um pedido de desculpas por parte da instituição, Ainda no gramado, logo após o apito final.

A ação, também foi relatada pelo árbitro na súmula oficial da partida já disponível no site da CBF.

Ao término da partida, o presidente do Botafogo FR, senhor Durcesio Mello, se dirigiu até a assistente com um pedido formal de desculpas através de uma carta, relatando que o Botafogo FR não compactua das ofensas proferidas pelos torcedores“.

Categories: Elenco