Além de Grêmio, Fluminense e Palmeiras, mais um clube aparece nos bastidores e ganhou força nos últimos dias na busca por Matheus Babi. O Athlético Paranaense, que teve sua punição que o proibia de contratar jogadores suspensa, intensificou a busca pelo centroavante.

O Botafogo, detentor de uma taxa de vitrine de 60%, pode recusar qualquer oferta que seja abaixo de 3 milhões de Euros.

O Athlético, que não costuma fazer grandes investimentos, tem se esforçado para atender o pedido pelo atleta feito por Paulo Autuori, antes treinador e hoje diretor da equipe. O furacão inclusive, aposta na boa relação do mandatário tanto com o clube, quanto com o jogador, para obter um canal de diálogo mais positivo na negociação.

Categories: Notícias