fbpx

Valencia.Treino do Botafogo no Estadio Nilton Santos. 25 de Junho de 2018, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo.

Zé Ricardo abdicou de um articulador entre o meio de campo e o ataque do Botafogo ao barrar Leo Valencia no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro e na derrota de 1 a 0 para o Fluminense. Além disso, deixou o time sem um especialista em bolas paradas o lateral-direito Marcinho não foi muito bem na função. Com isso, o treinador deverá promover o retorno do meia chileno à equipe titular diante do América-MG, no domingo, às 11 horas, no Nilton Santos.

A última vez de Leo Valencia como titular foi no dia 1º de setembro, quando o Alvinegro foi goleado por 4 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre, em uma das piores atuações do time na temporada.

“A gente entendia que o Erik poderia fazer essa função por dentro, e estava difícil tocar a bola no meio de campo. Depois precisei tirar o Marcinho (por Luis Ricardo), que estava com cartão amarelo e me preocupava. Viemos no 4-2-4, infelizmente não deu certo”, argumentou o treinador após o Clássico Vovô.

RODADA DE RISCO

Há três jogos sem saber o que é vencer a última vez foi contra o Sport (2 a 0), no dia 26 de agosto , o Botafogo corre o sério risco de entrar na zona de rebaixamento do Brasileiro se tropeçar novamente. Se perder ou empatar, o Alvinegro encerrará a rodada no Z-4 se pelo menos dois dentre Vasco que fará clássico com o Flamengo no sábado, às 19h , Sport que visitará o Corinthians no domingo, às 19h ou Ceará que receberá o Vitória, no sábado, às 16h vencerem.

Conteúdo de O Dia

Categorias: DestaquesNotícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *