A novela Yaya Touré, que parecia estar perto do fim nesse domingo, ganhou mais um capítulo.

O Botafogo esperava que na última sexta, tudo já estivesse acertado. Yaya havia aceitado os 200 mil reais oferecidos pelo Botafogo junto a algumas cláusulas que gerariam bônus. Assim como é o contrato de Keysuke Honda. Porém, em reunião marcada para a assinatura de contrato em Paris com Carlos Augusto Montenegro, o atleta e seu staff voltaram atrás e pediram mais dinheiro.

 

a justificativa dada, era que com os R$ 200 mil oferecidos sofreriam um desconto considerável por conta de impostos. Sendo assim, o jogador junto a seus representantes fizeram uma pedida de R$ 280 mil. Com isso, esses R$ 80 mil seriam para o desconto do imposto e Yaya receberia os R$ 200 mil líquidos como antes combinado.

O Botafogo aceitou a contraproposta do atleta e marcou para neste domingo, enviar o novo contrato para finalmente, poder anunciar o atleta.  Só que, os mandatários alvinegros foram surpreendidos mais uma vez com uma nova pedida salarial. Dessa vez a justificativa é de que alguns membros da família do atleta não estariam tão animados com morar no Rio de Janeiro. O dinheiro a mais, seria uma forma de obter mais estrutura na cidade para que todos viessem.

 

Segundo membros do comitê, o novo valor não é tão distante dos R$ 280 mil antes acordados. Então segue o otimismo para contar com o atleta. O único problema visto, é a ansiedade da torcida, aliada a possíveis novos interessados no atleta enquanto ele não assina oficialmente com o Botafogo.

 

Por conta disso, a diretoria segue não medindo esforços para que, o mais rápido possível, o negócio chegue a números finais.

Categories: Notícias

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *