fbpx

A denúncia da Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro foi adiante (TJD-RJ). O presidente da casa, Marcelo Jucá, deferiu o pedido de abertura de inquérito para apurar se houve “infração disciplinar” na partida entre Flamengo e Botafogo do último dia três. Desta forma, está autorizada a investigação de injúria ou racismo contra Vinícius Júnior, na ocasião.

Naquele clássico, o atacante rubro-negro foi expulso por entrada violenta no zagueiro Igor Rabello. Na sequência, ouviu ofensas de parte da torcida alvinegra enquanto deixava o gramado.

Logo após o clássico, o Rubro-Negro se posicionou contra a hostilização do atleta. Vinícius havia sido personagem de polêmica no duelo anterior entre as equipes, ao comemorar um gol lembrando o “chororô”.

No ano passado, o jovem também foi pivô de polêmica. Familiares dele foram vítimas de racismo em partida no mesmo estádio Nilton Santos. Na ocasião, houve forte campanha contra as ofensas.

Lancenet

Categorias: Notícias

1 comentário

MILTON REIS · março 14, 2018 às 3:47 pm

Com toda certeza, não houve ofensa racial. Nenhum gesto de racismo aconteceu. Foi dito uma frase, que estava engasgada, na garganta de todos os torcedores, desde o último jogo, após a atitude dele, na frente foi banco do Botafogo, que essa mesma pessoa deu o silêncio como resposta. Esse clube, quer colocá-lo em evidência, de qualquer hora pois, pelo futebol apresentado, não está conseguindo, sendo inclusive, reserva. Se fosse louro, e fosse dito ” lourinho safado” , seria ofensa racial? Chamar o ” negrinho da beija flor” , o esta ofendendo racialmente? Parem com isso, se preocupem com o necessário, para o bem do futebol carioca. Penso, que a ofensa, se existiu, estaria na palavra ” safado”. Mas, isso não é considerado ofensa!!! Quando as torcidas gritam: ” OHH JUIZ, VAI TOMAR NO…….” . Não é ofensa? Quando as torcidas China a mãe dos juízes? Pode? Nada disso, vocês se preocupam. É, lastimável, pois, vamos aos jogos com família, esposa, filhas,etc…. e ficamos ouvindo essas palavras. Mas, engraçado, que querem punir, quando o goleiro vai dar o tiro de meta, e a torcida grita:” BICHA”. Essa palavra não pode. Tremenda incoerência. Trabalhem sério, no que existe é não numa possível Lorena. E o próprio dito assim diz,pois, vai apurar, que quer dizer,não tem certeza de que houve a citada ofensa. E finalizando, deveria ser punido um presidente de clube,ficar cantando música da torcida;ofendendo um co- irmão . Estou dizendo desse presidente traira, que está se sentindo ofendido. O próprio jogador; nem se deu conta do que houve. PAREM COM ISSO.TRABALHEM SÉRIO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *