Jogador de Zé Ricardo no ano passado, Jean analisa chegada do técnico no Botafogo – Resenha Alvinegra

Jean foi o maior ladrão de bolas do Campeonato Brasileiro do ano passado

Com mais da metade da temporada já jogada, o time passa por uma sequência ruim de resultados e acaba mandando o treinador embora. Em seu lugar, chega Zé Ricardo. A descrição cabe bem para o atual momento do Botafogo, mas aconteceu também com o Vasco no ano passado. Além do técnico, que assumiu o Alvinegro nesta semana, outro personagem que está nas duas histórias é o volante Jean.
— Ele foi o terceiro técnico do Vasco no ano passado. Assumiu em uma situação mais ou menos parecida com a do Botafogo hoje, conseguiu equilibrar as coisas e levou para a Libertadores — relembra Jean, que chegou ao Glorioso em abril, por empréstimo do Corinthians.
Depois de cinco jogos sem vitória, Milton Mendes foi mandado embora pelo Vasco. Situação mais ou menos parecida com a que o Botafogo viveu com Marcos Paquetá. A diferença é que o Cruz-Maltino estava na 16ª posição do Brasileiro, enquanto o Alvinegro é o 11º antes da estreia de Zé Ricardo, no domingo, contra o Paraná, às 11h, em Curitiba.
Mesmo assumindo o Vasco próximo da zona de rebaixamento, o treinador conseguiu ajeitar a equipe, que terminou o ano classificada para a Libertadores, grande sonho do Botafogo hoje.
— Nesse ano que passou com o Vasco ele amadureceu como profissional. Chega com o nome mais pesado. Esse cara sabe o que está fazendo — diz Jean, dando um voto de confiança ao novo comandante.
No ano passado, o volante foi maior ladrão de bolas do Brasileiro sob o comando de Zé Ricardo e está confiante com a chegada do técnico:
—A primeira coisa que ele me disse quando chegou foi: Jean, pronto para dar uma arrancada?
Conteúdo de Extra
Categorias: DestaquesNotícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *