O TRT  (tribunal regional do trabalho) da primeira região condenou o Botafogo a pagar direitos trabalhistas como: FGTS, 13°, férias além de multas e dano moral para a ex-diretora Jurídica do clube Joana Prado. Ela havia sido demitida em 2015 por telefone pelo ex-presidente Carlos Eduardo Pereira três dias após dar a luz.

Os valores das condenações podem superar 1,5 milhões de reais. O caso foi julgado em segunda instância mais ainda cabe recurso.

Categories: Notícias

2 Comments

ปั้มไลค์ · 7 de novembro de 2019 at 19:15

Like!! I blog frequently and I really thank you for your content. The article has truly peaked my interest.

Matt Zittel · 12 de novembro de 2019 at 22:00

very cool

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *