Após ser expulso no jogo contra o Bahia, Aguirre é absolvido pelo STJD – Resenha Alvinegra

Rodrigo Aguirre - Botafogo

Sem punição! O atacante do Botafogo, Rodrigo Aguirre foi absolvido pelo STJD, em julgamento realizado nesta terça-feira. O caso em questão foi a expulsão  do preparador de goleiros do Bahia e do jogador do clube carioca no duelo entre Bahia e Botafogo, pela Série A do Campeonato Brasileiro. Os auditores, por unanimidade, não indicaram nenhuma infração por parte do atleta e de Rogério Alves de Lima. 

O advogado Aníbal Rouxinol, que defendeu o uruguaio justificou o pedido de absolvição do atleta. O profissional disse que por ser novo futebol brasileiro, ele está se adaptando ao estilo de jogo. 

– O atleta do Botafogo chegou recentemente ao clube. É uruguaio e veio contratado do Udinese, da Itália. Obviamente por ser estrangeiro está se adaptando ao futebol brasileiro. Nesse jogo, no lance, não consigo vislumbrar qualquer tipo de infração do atleta do Botafogo. Aconteceu um enrosco ocasionado pelo atleta do Bahia, muito comum, e não houve nenhuma infração clara que pudesse acarretar a marcação da penalidade máxima – disse o advogado. 

Pelo Bahia, Paulo Rubens também pediu a absolvição por não vislumbrar infração disciplinar. 

– O treinador reclamou, mas sem desrespeito. Por ter sido expulso e ter cumprido a automática, a defesa pede a absolvição – concluiu.

NA SÚMULA…
O árbitro informou que o atacante Aguirre foi expulso por receber o segundo amarelo após agarrar o adversário. Após a expulsão, o atleta teria reagido de forma grosseira e agressiva na direção da arbitragem precisando se contido pelos companheiros. Já o treinador de goleiros foi expulso por , segundo o árbitro, reclamar das decisões da arbitragem com socos no ar.

Conteúdo de Lancenet

 

Categorias: DestaquesNotícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *